Review: Little Nightmares

O pesadelo que é Little Nightmares

Quais são as reações que você tem ao acordar depois de um sonho ruim? Se certificar que tudo você está realmente acordado ou apenas tomar um copo d’água para tentar se acalmar? Para Six, a protagonista com capa de chuva amarela de Little Nightmares, acordar significava o início do seu próprio pesadelo. Equipada apenas com um isqueiro, que poucas vezes se mostrou útil, Six precisa atravessar a escuridão e os desafios dos cenários de “The Maw”, o lugar onde você acorda e por algum motivo precisa fugir.

A fotografia do jogo junto a direção de arte de Little Nightmares nos questiona se Six é literalmente pequena vivendo em um mundo de gigantes ou uma analogia sobre o ponto de vista das crianças em relação ao mundo adulto onde tudo parece inalcançável. Não à toa, nossa protagonista precisa escalar, saltar, correr e se esconder pare se safar de todos os perigos.

Apesar de não ser um jogo que coloca em seu caminho diversos inimigos para serem enfrentados, Little Nightmares consegue marcar pontos positivos quando o foco está em seus antagonistas. Seja ele um homem cego com pernas curtas e braços que se estendem até locais inimagináveis, causando a sensação de perseguição e paranoia, ou os gêmeos glutões cozinheiros com seu aspecto infantil e ao mesmo tempo apático. Ressalvas para o cenário da cozinha que faz você se desesperar quando é perseguido por um dos gêmeos. Sem spoiler, mas o clima de correria faz com que você se desespere, mostrando que a inteligência artificial dos inimigos foi bem trabalhada.

Falando em desespero, recomendo que você jogue com um bom fone de ouvido. Apesar de não considerar Little Nightmares um jogo de terror, um dos maiores recursos narrativos do trama com certeza é o som, seja na voz dos personagens (que não tem falas), nos passos ou apenas no som ambiente que dá força ao clima opressor e quase claustrofóbico de cada cenário.

Infelizmente, se você for rápido, o jogo demora no máximo de três a quatro horas para ser terminado. Logo, recomendo que você não tenha pressa e pare para observar os detalhes de cada cenário, pois com um movimento de câmera, talvez você descubra mais do que o próprio gameplay possa te contar. Little Nightmares tem detalhes espalhados por cada lugar que, talvez, contem um pouco mais sobre esta história que utiliza tem palavras.

Então aproveite esta viagem com calma e tente não fazer xixi na cama após terminar o jogo.

Written By
More from Guilherme Pupo

Rogue Legacy: Quantas gerações são necessárias para conquistar um castelo?

Falar da minha admiração por Rogue Legacy pode ser complicado, mas acho que consigo...
Read More